Meu Carrinho Login | Cadastro
menu

Rotação dos motores elétricos

17 de abril de 2018 | Categoria: Sem categoria

Rotação dos motores elétricos e como calcular o rpm. 

A rotação são os giros do eixo do motor, realizados durante um tempo. É também comum essa rotação ser chamada de velocidade do motor.

Normalmente a rotação é expressa em rpm (rotação por minuto). Em alguns casos especiais, para alguns cálculos, a rotação é expressa em rps (rotação por segundo).

A rotação do motor pode ser alterada quando usamos uma outra frequência na rede de alimentação.

Para calcularmos a rotação dos motores elétricos devemos conhecer a frequência da rede e o número de polos do motor. O cálculo é simples e feito pela seguinte fórmula:

n = f . 60 / p

Sendo:

n = rotação do motor em rpm

f = frequência da rede em Hertz (Hz)

p = número de pares de polos do motor

60 = fator de conversão para rotação em minutos.

Pela fórmula podemos concluir que em 50 Hz a rotação é menor que em 60 Hz. Fica claro que com um número maior de polos a rotação também é menor. Então 4 polos tem uma rotação menor que 2 polos.

Exemplo:

Em uma rede de 60 Hz qual é a rotação para um motor de 2 polos?

 

n = f x 60 / p = 60 x 60/1 = 3600/1 = Resposta: 3600 rpm

 

Lembrando que p é o número de pares dos polos. Então se são 2 polos, isso significa que será 1 par de polos. Se fosse 4 polos, seriam 2 pares de polos.

Para medirmos a rotação de um motor podemos utilizar de alguns dispositivos. O mais comum e de maior uso no mercado é o tacômetro manual. Esse dispositivo é colocado diretamente no eixo do motor. A rotação do motor é transmitida para o tacômetro através de uma embreagem de borracha.

Mais à frente falaremos sobre velocidade síncrona e campo girante.

 

José Ildeu Ribeiro – Sócio Diretor

Iltec Comercial Eletromecânica Ltda